Total de visualizações de página

domingo, 18 de agosto de 2013

Basta um click

... pressentia que há muito que ver na vida, ainda que fosse através da televisão, aparelho forçosamente integrado ao correr das horas, nem que fosse para esquecer logo em seguida, na tela acompanhava uma banda desbundada, volume altíssimo, zoeira delirante,  luzes e cores fortes, o guitarrista exercita acordes psicodélicos, roupa extravagante, na plateia pessoas balançam o  corpo e a cabeça em ritmo alucinado, a letra fala em estrelas, naves turbinadas, loucas viagens siderais;

                                                  (Protestos no Egito, Foto Reuters)
... gladiadores contemporâneos se estapeiam e agridem, lutadores musculosos em shorts compressores caem no tatame atracados, grudados se esbofeteiam e distribuem socos para todos os lados, rostos sangram, o mais esperto consegue imobilizar o adversário, subjugado quase a ponto de perder o fôlego;

...zapeava programas, de forma aleatória, no mundial de atletismo focava a corrida dos 200 metros para mulheres, o uniforme das jamaicanas parecia com o uniforme das brasileiras, mas não havia brasileiras, mulheres musculosas, corpo de homens, as jamaicanas em uniforme verde a amarelo, as atletas corriam como foguetes disparados;
... difícil ficar indiferente às imagens, tela grande, noutro canal uma atriz americana era entrevistada, externava sua experiência em figurar em filmes de ação, o interesse em estrelar ao lado de tom cruise, ser dirigida por profissionais daquele quilate;
...em noticiário da bbc arrolavam as últimas manifestações na praça ramsés, no cairo, mais de sessenta mortos, rostos sangrando, tiros e bombas explodindo, na verdade estaria mais satisfeito seguindo uma partida de futebol entre clubes brasileiros, a catimba na posse de bola, os dribles geniais, a explosão da torcida no grito de goooool.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário